Header Ancionato

Ancionato

Especialista fala sobre os desafios e princípios da tradução das Escrituras e os esforços para torná-la mais acessível no mundo contemporâneo
Ministerio_Jan_Fev_16_Capa

Embora seja a obra mais lida e traduzida, a Bíblia ainda não está disponível para quase metade das 7 mil línguas existentes. Frente a esse desafio, muitos biblistas, linguistas, antropólogos e missiólogos têm se envolvido em projetos visado ampliar o número de traduções bíblicas. É o caso do plano ambicioso da organização Tradutores da Bíblia Wycliffe Internacional (WBTI, na sigla em inglês), que pretende viabilizar a tradução de pelo menos um trecho das Escrituras para todas as línguas até 2025.

No entanto, esse não é o único desafio. As traduções existentes também precisam ser revisadas e atualizadas, a fim de serem melhor compreendidas pelas novas gerações. Essa é a missão do Dr. Vilson Scholz, que há 15 anos atua como consultor de tradução da Sociedade Bíblica do Brasil (SBB). Doutor em Novo Testamento pelo Seminário Concórdia (EUA), o pastor e professor de Teologia Exegética na Universidade Luterana do Brasil, em Canoas (RS), é tradutor do Novo Testamento Interlinear Grego-Português (SBB) e autor da obra Princípios de Interpretação Bíblica (Editora da Ulbra).

Revista Ministério trata sobre o desafio de pastorear a juventude do século 21
Ministerio_Jan_Fev_16_Capa

Nos próximos cinco anos, a igreja na América do Sul pretende dar uma atenção especial às novas gerações. Segundo dados da secretaria da Divisão Sul-Americana, nesse território, cerca de 55% (1,2 milhão) dos membros batizados tem menos de 35 anos de idade. Ao mesmo tempo que as estatísticas parecem indicar que a juventude tende a assumir um papel de destaque, os números também revelam um lado preocupante: aproximadamente 68% do total de pessoas que deixam a igreja estão nessa faixa etária.

Diante desse quadro desafiador, na edição dos meses de janeiro e fevereiro de 2016, a revista Ministério discute o que pode ser feito para “discipular os jovens a fim de que cresçam em seu compromisso com Deus, estejam envolvidos na missão e se preparem para a vinda de Cristo”.

Em seu editorial, o pastor Wellington Barbosa, novo editor do periódico, introduz o debate chamando a atenção para quatro aspectos importantes que devem ser levados em conta pela igreja ao lidar com esse fenômeno: (1) iniciar o processo de discipulado o mais cedo possível; (2) manter a proximidade das crianças, dos adolescentes e jovens por meio de atividades agradáveis, edificantes e intencionais; (3) demonstrar sensibilidade às lutas vividas pela juventude em nosso século; e (4) manter inabalável o compromisso com a doutrina e a ética demonstradas nas Escrituras.

Líderes sul-americanos buscam encontrar formas de engajar a juventude adventista e conter perda de membros

Em sua primeira viagem oficial ao Brasil após ser reeleito pela assembleia da Associação Geral em San Antonio, Texas (EUA), o presidente mundial da Igreja Adventista abriu o segundo dia de programação do Concílio Quinquenal da Divisão Sul-Americana enfatizando aquela que foi uma das marcas de sua primeira gestão: a evangelização das grandes cidades. Para ele, a força missionária da igreja precisa continuar sendo direcionada para esses lugares. “O trabalho nessas metrópoles é desafiador e, muitas vezes, perigoso, mas não devemos temer ou retroceder, pois Deus garante que estará conosco”, reforçou.

Créditos da imagem: Márcio Tonetti

Presidente mundial da igreja proferiu mensagem especial aos cerca de 250 participantes do Concílio Quinquenal da Divisão Sul-Americana. Créditos da imagem: Márcio Tonetti

Logo IASD footer

IASD Jd Colonial

Av. Pres. João Goulart, 971 - 
Jd. Mália II - São Paulo - SP
CEP 04821-010
Para ver o mapa Clique Aqui

Copyright © 2013 - 2017
Todos os Direitos Reservados
Desenvolvido por Sites News